Publicidade
Você está aqui: Inicial

Vídeos

0:04:17
Exibições: 10439
Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5
0:03:19
Exibições: 10067
Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5
0:03:50
Exibições: 10190
Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5
0:03:23
Exibições: 9669
Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5
0:03:44
Exibições: 10078
Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5
0:03:15
Exibições: 10186
Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5
0:04:51
Exibições: 11737
Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5
Publicidade

Em jogo de poucas emoções, defesa da Caldense segura o Atlético

PDFImprimirE-mail

Final

Já são oito partidas sem levar gols. Em apenas quatro oportunidades o goleiro Rodrigo Viana foi vazado nesta temporada. Este é o desafio do ataque do Atlético para ser campeão do Mineiro. A Caldense segurou a vantagem de dois empates para a decisão do Campeonato Mineiro, no próximo domingo, em Varginha. Na tarde deste domingo, no Mineirão, a Veterana foi melhor, segurou o ímpeto alvinegro e levou o empate sem gols para a grande final.

Mesmo com o Mineirão lotado, o Atlético não conseguiu furar a forte defesa da Caldense – não à toa a melhor do campeonato – e terá que balançar as redes no jogo decisivo. Já para o time do Sul de Minas, basta outro empate para se sagrar campeão mineiro em cima do Atlético.

O Jogo. A Caldense não se intimidou com os mais de 50 mil torcedores atleticanos, no Mineirão. O time do Sul de Minas foi para cima do Galo logo no início da partida. Não é a toa que a Veterana terminou a fase de classificação em primeiro lugar. O time comandado pelo técnico Léo Condé foi superior na maior parte do primeiro tempo. Bem treinada técnica e taticamente, a Caldense defendeu com perfeição e ainda buscou o jogo.

O primeiro lance de perigo foi da Caldense. Após cruzamento, Tiago Azulão cabeceou para o chão e a bola encobriu o gol de Victor. O Atlético respondeu com boa jogada de Luan e Patric, que tentou achar Pratto dentro da área, mas a zaga interceptou a bola.

A Caldense continuou dando sustos na defesa atleticana. O time alviverde dominou o meio-de-campo e não deu espaços para o ataque atleticano. O Galo só melhorou na segunda metade do primeiro tempo. Aos 32 min, o lance mais perigoso do Atlético. Luan fez belo cruzamento para a área. Carlos cabeceou em cima do goleiro Rodrigo Viana e, na segunda tentativa, mandou para fora.

No segundo tempo, o técnico Levir Culpi sacou Guilherme, que sentiu dores na coxa, para a entrada de Thiago Ribeiro. O Atlético foi mais ofensivo na etapa final, mas não teve eficiência no ataque para reverter as oportunidades em gols. Cárdenas, que entrou na vaga de Carlos, tentou levar mais velocidade ao ataque alvinegro, mas a Caldense se fechou na defesa.

A Veterana aproveitou os espaços deixados pelos jogadores do Galo para sair nos contra-ataques. O time alviverde chegou com perigo algumas vezes, mas o placar não foi alterado por nenhum dos dois times.  

Fonte: O Tempo