Publicidade
Você está aqui: Inicial

Vídeos

0:04:17
Exibições: 10509
Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5
0:03:19
Exibições: 10164
Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5
0:03:50
Exibições: 10274
Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5
0:03:23
Exibições: 9749
Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5
0:03:44
Exibições: 10166
Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5
0:03:15
Exibições: 10269
Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5
0:04:51
Exibições: 11809
Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5Rated 0 of 5
Publicidade

Prefeitura realiza 4.398 visitas em uma semana contra a Dengue

PDFImprimirE-mail

Do dia 21 a 27 de janeiro, agentes do Setor de Controle de Endemias percorreram residências conferindo se havia possíveis criadouros do Aedes Aegypti 

 A Prefeitura, por meio do Setor de Controle de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde, realizou em uma semana 4.398 visitas a residências, em uma ação de combate à Dengue em Formiga. Do dia 21 a 27 de janeiro, os agentes fizeram um mutirão de limpeza no Bairro Geraldo Veloso, blitz educativa no Centro e percorreram casas em diversos pontos da cidade, conferindo se havia possíveis criadouros do Aedes Aegypti e orientando os formiguenses sobre como se prevenir da doença.

Segundo a Secretaria de Saúde, do total de visitas feitas, 785 residências se encontravam fechadas. A pasta informou também que, na mesma semana, foi notificado um caso suspeito de dengue em Formiga. 

No ano passado 

Em 2017, o município contabilizou 183 notificações de casos prováveis por dengue. Desses, nove deram positivos e 22 negativos. Sobre o restante, a secretaria informou que ainda aguarda resultados de algumas sorologias que foram realizadas. Já em 2018, até o momento, Formiga teve nove casos notificados prováveis por dengue. Desses, quatro com resultados negativos. Tanto no ano passado quanto neste ano, não foram registrados na cidade casos suspeitos ou confirmados de Zika e Chikungunya.

Fonte: Secom